Sou poeta, obstetra das palavras
Saiu da alma, virou poesia
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Áudios

Lucidez na loucura
Data: 02/12/2017
Créditos:
Poetajonasluiz
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Lucidez na loucura

Lucidez na loucura

Alimento do poeta
Bebida na dose certa
Embriagando-se com as palavras
É na minha embriaguez
Alta dosagem de lucidez

Sozinho no meu canto
Quase que por encanto
Num estado hipnótico
Vou entrando em transe
E desembarco na estação poesia

Nesse meu surto
Sei que o  meu tempo é curto
Mas é grande a inspiração
Viajo de norte a sul
Nesse imenso céu azul
Componho rock, escrevo blues​

Eu queria ser Raul
Ser um pouco de Drummond
Ter sobrevoado Paris, com Santos Dumont

Mesmo que seja de vez em quando
Eu indo e voltando na fonte do meu saber
A certeza que eu tenho é que nesse meu estado ébrio, tenho mais lucidez

Na minha loucura eu encontro o óbvio
Na minha loucura sou cada vez menos louco
E a cada dia mais sóbrio

Para provar minha sanidade
As palavras não me deixam mentir
Meu julgamento eu deixo pra vocês
Já fui condenado, já fui absolvido várias vezes

 
Enviado por Poeta Jonas Luiz em 02/12/2017

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras