Sou poeta, obstetra das palavras
Saiu da alma, virou poesia
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

Apenas mais um dia
Apenas mais um dia

São apenas dias, um após o outro
São apenas cenários montados aos poucos
Eu participo encenando, faço parte desse teatro louco

Faço vários papéis, muitas vezes sou um camaleão
Sou herói, sou vilão, uso máscaras para  me disfarçar na multidão

Já pensou se descobrirem meu rosto!
Perceberão que sou igual a todos
Por isso esses meus disfarces
Por isso essas minhas várias faces

A máscara que mais gosto de usar é a máscara da alegria
Mas às vezes a tristeza encobre meus truques e entrega meus esconderijos
São tristes capítulos, fazem parte do script

Desde de quando estreei no espetáculo circense que é a vida
Tive que aprender a praticar malabares com os meus dias

Hoje  tem espetáculo?
Tem, sim senhor
Hoje tem mais um dia?
Tem, sim senhor
Batam Palmas senhores

Não deixem a vida se transformar
Num circo dos horrores

Jonas Luiz
São Paulo, 20/02/18

Poeta Jonas Luiz
Enviado por Poeta Jonas Luiz em 24/02/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras