Sou poeta, obstetra das palavras
Saiu da alma, virou poesia
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

Como estou hoje?
Como estou hoje?

Hoje estou extremamente calmo
Hoje estou tomado pela serenidade hoje estou compreendendo quase tudo nessa cidade
Meu sangue não ferveu, a temperatura não subiu
Minha maldade está congelada
Minha rebeldia está controlada

Sei que nem sempre é assim
Minha mente trabalha numa velocidade frenética
E nessa vida cibernética
Hoje estou em stand by

Essa onda paralisante me faz um bem danado
Tudo programado, momentos de resguardo
É a vida passando uma mensagem, dizendo que estou só de passagem
E que estou precisando desacelerar

Fui convocado para uma reunião: eu, minhas razões e minhas emoções
Foi tudo conversado, aparamos as arestas
Fui intimado e avisado, na mente protocolado

De zero a 100 hoje estou zen
Meus bichos controlados
Por quanto tempo?
Deixa pra lá, vou aproveitar  esses momentos

Jonas Luiz
21/03/18

Poeta Jonas Luiz
Enviado por Poeta Jonas Luiz em 21/03/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras