Sou poeta, obstetra das palavras
Saiu da alma, virou poesia
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

Cabeça
Cabeça

Cabeça que balança junto com o meu corpo
Pensamentos que voam
Vou tentando não ficar louco

Um sentido que me aponta a direção
Desejos que me jogam na contramão
Loucura quase solta querendo fugir
Não sou eu que irei impedir

Na verdade nada parece normal
De verdade a mente confunde tudo
As vezes fica difícil diferenciar
O legal do anormal

Minha cabeça é só minha e penso por mim mesmo
Cada mente guarda seus segredos
Alto lá, quem está autorizado a me apontar o dedo?

Minha cabeça, meus pensamentos
Meu destino sempre em movimento
Presa no meu corpo
No meio de muitos, sou apenas mais um louco

Jonas Luiz
São Paulo, 28/04/18

Poeta Jonas Luiz
Enviado por Poeta Jonas Luiz em 28/04/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras