Sou poeta, obstetra das palavras
Saiu da alma, virou poesia
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

Não é
Não é

Não é porque durmo tarde que eu não tenho sono
Dormir cedo também pode ser sintoma de um abandono

Não é porque escrevo frases alegres que as vezes não me sinto triste
Muitas vezes as duas andam juntas se misturam, elas existem

Não é porque gosto do sol que sou contra a chuva
Preciso do sol pra me bronzear e depois a chuva para minha alma lavar

Não é porque às vezes fico meio perdido que eu abandonei você
É só um jeito que encontrei para aumentar o amor, quando novamente te ver

Tudo tem uma explicação, tudo tem um nexo
Tudo tem frente, tem verso
Com tudo se faz poesia, em tudo existe uma magia

Não é porque estou do lado de cá, que nunca irei te encontrar
Talvez estejamos tão perto um do outro
Talvez se olharmos lá no fundo de um espelho
Nos veremos dentro de um arco-íris, amor verdadeiro

É impossível viver e não ver tudo isso
Você Pode até não querer saber disso
Mas eu já mergulhei de cabeça, já fui no fundo é voltei
Isso é verdade ou é mais um sonho que sonhei?

Jonas Luiz
28/06/18
Poeta Jonas Luiz
Enviado por Poeta Jonas Luiz em 03/07/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras