Sou poeta, obstetra das palavras
Saiu da alma, virou poesia
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

Círculo vicioso
Círculo vicioso
.
Um círculo vicioso, universo poroso
Um queijo suíço que alimenta nossos vícios
O homem que arrota em constante rotação
Nem imagina seu translado em sua vida de translação
A península desafia o grande império, dois loucos em ação
Quem aperta primeiro o botão?
Nos hemisférios nada é levado a sério
Nos trópicos tudo é utopia é utópico
Nos meridianos homens medianos, medindo força pelo poder
Nos círculos polares a maldade faz a bondade congelar
Acima e abaixo do Equador, governos sem nenhum pudor
Tratados comerciais, o povo tratado que nem animais
Pesca predatória, precisamos de mais mandelas na história
A terra empobrece, o calor arrefece e esfria nossos corações
A Amazônia não é nossa, roubaram nossos pulmões
Respirar de que jeito com esse ar raro, Vejam o que foi feito
O magma esquenta, nosso planeta virou uma panela de pressão
A terra também tem coração
A sede do homem pelo poder fez a nascente morrer
Nem adianta fugir para as montanhas,   vou tirar meu passaporte interestelar
Vou morar numa estrela distante
Pois esse planeta o homem irá aniquilar

Jonas Luiz
São Paulo, 01/09/18

Poeta Jonas Luiz
Enviado por Poeta Jonas Luiz em 01/08/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras