Sou poeta, obstetra das palavras
Saiu da alma, virou poesia
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

Terrível final
Terrível final

Os círculos polares do meu mundo estão congelando a minha consciência
As barreiras de corais do meu oceano estão dominando as minhas águas profundas

A minha estrela guia já não brilha com aquela intensidade
Estou percebendo indícios que um cometa vai atingir minha cidade
Uma hecatombe que irá escurecer toda a claridade

Se última barreira se romper e o universo se tornar uma avalanche?
O portal do fim e pra onde irei fugir, a única chance
Vou tentar navegar para um mundo distante

Luas, sóis, o fim dos arrebóis
O arco-íris sem suas cores, dias de horrores
O vulcão está fervendo, o cataclismo já emitiu  seu aviso

A desintegração vai ser total é abrupta
Tomara que não tenha perdido meus pergaminhos
É lá que desenhei o mapa para fugir pra minha gruta

Jonas Luiz
São Paulo, 29/07/18

Poeta Jonas Luiz
Enviado por Poeta Jonas Luiz em 06/08/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras