Sou poeta, obstetra das palavras
Saiu da alma, virou poesia
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

Dia do professor


Dia do professor

Meu mestre, mudou o meu destino, mostrou-me o caminho
Caminho suave

Ensinou-me o b a ba
Ensinou-me a soletrar
Com ele aprendi a ler e escrever o meu nome
Fez-me mergulhar no mundo do saber
Mostrou-me o infinito do conhecer

Foi meu ponto de partida
Linhas retas da escrita
Plantou todas as letras do alfabeto, dentro do meu coração

Sem você eu seria cego
Pois o mundo que hoje enxergo
Foi você que o iluminou
Foi você que o clareou
Com um simples, a, e, i, o, u

Meus pais me deram quase tudo
Carinho e muito amor
Mas alguma coisa faltava-me
Era você meu professor

Para fazer essa homenagem
Outra forma não haveria
Tinha que ser com letras
Da minha humilde caligrafia
Pois  foi você quem me ensinou a compor essa linda poesia

Do infinito das palavras
Das rimas e dos versos que saem da alma
Essa é minha homenagem ao grande mestre professor
Dar-lhe-ei sempre nota dez é com muito louvor

Poeta Jonas Luiz
Poeta Jonas Luiz
Enviado por Poeta Jonas Luiz em 15/10/2018
Alterado em 15/10/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras